Palavra do Presidente

 

Atendendo a ramo de construção, o que de fato estamos construindo?

Acredito que por diversas vezes, ao falarmos das nossas empresas e do nosso negócio, podemos dizer que estamos no ramo da construção.

Sem dúvida, a maioria dos equipamentos que alugamos são para o segmento da construção e geram uma facilidade construtiva, viabilizando soluções e proporcionando aos nossos clientes ganhos de produtividade, qualidade e economia.

Não somos diretamente construtores, mas no exercício da locação de equipamentos, contribuímos de forma relevante para que as construções aconteçam.

Somos agentes fundamentais no processo e agregamos valor a toda cadeia da construção.

Se estamos no processo construtivo e, não somos diretamente os construtores, o que de fato construímos?

Ou, quando nos questionamos sobre nossa inserção na sociedade, podemos claramente dizer que estamos no ramo de construção.

Então pergunto a você, locador:

O que realmente estamos construindo?

Pela pouca idade do nosso negócio, estamos construindo um setor. Estamos dando forma a uma idéia, concretizando o que antes era uma necessidade prática e racional da sociedade em uma possibilidade real de satisfação e economia. “Alugar um equipamento.”

Entre planos e crises, fases e oportunidades, estamos mostrando ao Brasil, quem são as empresas de locação de equipamentos para construção civil. Os clientes, os construtores e toda sociedade observa os nossos passos e começa a formar um conceito de como são as empresas de locação de equipamentos.

Temos a oportunidade e a responsabilidade, individual e coletiva de construir uma boa imagem dos locadores, a melhor imagem que pudermos ser.

Recentemente visitei uma feira de equipamento no exterior e pude conviver alguns dias com uma sociedade que se preocupa com a qualidade. Tudo funciona, o transporte, a segurança, a saúde, as placas e as leis. As empresas se voltam para qualidade e tem responsabilidade para com tudo que prometem ao consumidor. Os políticos, as pessoas, também são responsáveis e obedecem as leis e sabem que não existe impunidade.

Contudo o Brasil é muito considerado pelos seus encantos e possibilidades.

Seria muito bom ouvir um gringo dizer:

O Brasil segue rumo ao desenvolvimento com percalços e discrepâncias em diversos setores, mas as empresas de locação de equipamentos já fazem parte do primeiro mundo!

Mesmo com todas as dificuldades e indignações, como bons brasileiros, devemos construir um futuro melhor para todos.

Devemos imaginar como serão as empresas de locação de equipamentos no futuro próximo e começar a dar os passos para que esta imagem torne-se realidade o mais breve possível.

Isto é algo que podemos e só podemos se fizermos em conjunto.

Convido todos os locadores a participarem e atuarem no SINDILEQ-MG para que possamos escrever o que iremos construir. Qual a imagem que teremos no mercado e qual será a realidade das empresas de locação de equipamentos.

Será que juntos poderemos escrever um estatuto, uma constituição de como deve ser uma empresa de locação?

Conto com a sua participação, pois de um jeito ou de outro, vamos revelar isto para o mercado.

 

Obrigado,

 

Marco Aurélio de Cerqueira

 

Filiado a:

Parcerias

Rua Contria - 583B - Prado
30.411-247 Belo Horizonte - MG
Tel.: (031) 3375-8485